area_cliente linkedin.png Facebook Baktron

FAQ - Perguntas frequentes

Análise de ar

Antes da análise

Como sei se minha empresa precisar fazer análise de ar ambiente?

Toda empresa que tenha no seu endereço do CNPJ equipamentos de ar condicionado cuja a soma de suas potências supere 5TR (tonelada de refrigeração), o que equivale a 60.000Btus, deve realizar análises periódicas (a cada 6 meses) do ar ambiente.

De quem é a responsabilidade de fiscalizar se as análises de ar ambiente estão sendo realizadas?

A Vigilância Sanitária municipal.

Fora a questão da fiscalização, qual o risco de não realizar as análises de ar ambiente de forma periódica?

Vários problemas de saúde podem assolar as pessoas que frequentam o ambiente, como funcionários, clientes, parceiros etc.. Alguns destes problemas são: Alergias, rinites, irritação nos olhos, dores de cabeça, tosse, sonolência, dor de garganta etc... Estes sintomas normalmente estão diretamente relacionados ao nível de absenteísmo.

Quais são os parâmetros avaliados numa análise de ar?

Concentração de fungos e se solicitado, de bactérias, relação entre a quantidade de fungos no ambiente interno e externo, nível de aerodispersóides (poeira no ar), além de parâmetros de conforto, como temperatura, umidade e velocidade do ar. Pode-se ainda solicitar a pesquisa de Legionella nas águas de bandeja.

O que é Legionella?

É uma bactéria extremamente perigosa que pode estar presente em bandejas de ar condensado, torres de refrigeração, aquecedores de acumulação e ambientes semelhantes. Esta bactéria pode causar um tipo de pneumonia atípica que pode levar a morte. Ela ficou conhecida após um incidente nos EUA onde 221 pessoas contraíram a doença e 34 vieram a óbito.

Quanto custa realizar uma análise de ar?

Depende da área do local. A resolução No.9 da ANVISA estabelece o número de pontos para análise em função da área do local, conforme tabela publicada na resolução. Vai de um mínimo de 1 ponto para ambientes de até 1000m2 até 25 pontos para ambientes acima de 30.000m2. Uma análise simplificada também é realizada em 1 ponto no ambiente externo para que se possa estabelecer um comparativo entre o ar externo e o interno.

Quanto tempo leva para eu ter o laudo de análise do ar de minha empresa?

Após feito o pedido é necessário o agendamento da coleta pelos técnicos. Normalmente conseguimos agendar em até 15 dias, dependendo da disponibilidade dos mesmos. O resultado é disponibilizado em até 20 dias úteis após a coleta.

Consigo ter o resultado da análise num prazo bem mais curto, em caso de urgência?

Infelizmente não. O próprio procedimento técnico da análise não permite isto.

Posso pedir a coleta fora do horário de trabalho de minha empresa para não atrapalhar o dia-a-dia?

Infelizmente não. Por norma as coletas devem ser realizadas na condição normal de utilização do ambiente. Além disto o processo de coleta em quase nada pertuba o ambiente.

Com que periodicidade preciso fazer a análise de ar?

A Resolução No. 9 da ANVISA determina que ao menos a cada 6 meses. Como é necessário fazer o agendamento da coleta e existe ainda o prazo para realização dos testes e cofecção do laudo, sugerimos que se inicie o processo de contratação da análise 4 meses após a data do último laudo.

Depois da análise

A concentração de fungos em minha empresa está acima do limite especificado. O que fazer?

Verifique os filtros do seu ar condicionado. Veja se estão limpos e se não estão dando passagem. Mantenha o ambiente limpo e livre de poeiras. Evite os tapetes, carpetes etc.. Veja se não existe umidade ou infiltrações no ambiente. Se tiver corrija. Você pode ainda que ter que realizar a limpeza dos dutos do sistema de ar condicionado, pois os fungos podem estar alojados ali.

Os níveis de aerodispersóides deram acima do especificado. O que fazer?

Verifique tudo que foi indicado no item anterior e averigue ainda se não existem no ambiente equipamentos que podem estar gerando estes aerodispersóides, como copiadoras e impressoras a laser, fragmentadoras de papel o outros equipamentos, principalmente em ambientes de produção.