Superfungo assusta nos EUA

DE REDAÇÃO GALILEU 09/04/2019

Uma espécie de “super fungo” vem assustando especialistas em saúde do mundo todo. Trata-se do Candida auris, umfungo que está se espalhando ao redor do globo, passando por países como Venezuela, Espanha, Índia, Paquistão e África do Sul. Resistente aos principais medicamentos, os cientistas ainda tentam entender os perigos da infecção.

Apesar dos casos recentes, o fungo é conhecido desde 2009, quando os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) emitiram um alerta para autoridades.”Candida auris é uma levedura multirresistente emergente (MDR) que pode causar infecções invasivas e está associada a alta mortalidade”, escreveram na época.

Atualmente, o fungo é descrito como uma “séria ameaça” pelo CDC e é conhecido por viver na pele e nas membranas mucosas de seus hospedeiros.

Em entrevista ao jornal The New York Times, Lynn Sosa, epidemiologista de Connecticut, nos Estados Unidos, explica que o C. auris “é praticamente imbatível e difícil de identificar”. Ela também classifica o fungo como a principal ameaça entre as infecções resistentes que existem atualmente.

A infecção tem se espalhado com rapidez: 587 casos foram reportados nos Estados Unidos recentemente, com 309 deles em Nova York, 104 em Nova Jersey e 144 em Illinois. Nos últimos anos, cientistas e médicos criticaram a demora com que autoridades reportaram os casos de infecção pelo fungo.

Os principais sintomas da infecção são febre, dor e fadiga. Segundo especialistas, o fungo, imune a diversos medicamentos, tem apresentado diferentes resistências a depender da parte do mundo. “Não temos ideia de onde está vindo. Nós nunca ouvimos falar disso. Está se espalhando como um incêndio”, disse Johanna Rhodes, especialista em doenças infecciosas do Imperial College London, no Reino Unido.

Compartilhe: